Ginecomastia: Existe solução para esse problema?

Correção da Ginecomastia em Porto Alegre - Dr Valiati

A vaidade masculina está cada vez mais evidenciada. Atualmente os homens não tem mais receio ou vergonha de usar produtos que deixam seus cabelos, pele e aparência melhores. Fazem tratamentos estéticos, submetem-se a procedimentos cirúrgicos estéticos sem qualquer constrangimento ou vergonha, pois o que importa é seu bem estar e ter a autoestima elevada.

Mais ainda, os homens também buscam a cirurgia plástica para corrigir eventuais problemas de saúde, como a ginecomastia, termo utilizado para designar o crescimento excessivo das mamas masculinas. Esse crescimento que pode ser glandular, gorduroso, ou até mesmo, decorrente da soma dos dois, deixa a mama com aspecto indesejado, muitas vezes com formato parecido com a mama feminina, o que gera problemas estéticos e psicológicos.

A ginecomastia pode acometer os homens por um desequilíbrio hormonal durante a fase da puberdade, durante o envelhecimento pela diminuição na produção de hormônios masculinos, pela obesidade, excesso de consumo de álcool, uso de esteróides e outros medicamentos, fatores patológicos como hipertiroidismo e tumores testiculares.

Nesse quadro, os adolescentes são foco de maior atenção, uma vez que devemos evitar que fiquem estigmatizados em decorrência da ginecomastia.

Para corrigir o problema de excesso de mama masculina é necessário que o paciente se submeta a cirurgia de correção da ginecomastia, procedimento esse que irá realizar a redução das mamas masculinas, deixando o tórax mais firme e com contornos masculinos.

Graus da Ginecomastia

A técnica a ser utilizada dependerá da avaliação de seu cirurgião plástico que irá classificar o grau da ginecomastia (de 1 a 3 graus), sendo o grau 1 aquele que a pele não está flácida e não há gordura na região, possuindo tão somente um pequeno e duro caroço abaixo da aréola.

O grau 2 (tipo mais comum de ginecomastia) se subdivide em dois: ginecomastia 2A, moderada, uma vez que a mama não possui excesso de pele, mas seu volume é aumentado, o que compromete uma área maior que o tamanho da aréola, mas mesmo assim não tem um dobra significativa abaixo do sulco mamário e a ginecomastia grau 2B, também considerada moderada que tem as mesmas características da ginecomastia grau 2A, diferindo, entretanto, no excesso de pele existente, deixando evidente a dobra abaixo das mamas.

Por último, a ginecomastia de grau 3, que designa uma mama grande, caída, com dobra evidenciada e excesso de pele.

Para a cirurgia, o paciente deverá observar todas as indicações do seu cirurgião. Como por exemplo: jejum de 8 horas, não ingerir bebidas alcoólicas ou realizar refeições pesadas na véspera do procedimento, evitar, 15 dias antes do procedimento, o uso de medicamentos à base de ácido acetilsalicílico (aspirina), diuréticos e medicamentos para emagrecer.

A Cirurgia de Correção da Ginecomastia

A anestesia na cirurgia de correção da ginecomastia é, normalmente, local com sedação, sendo raramente indicada a anestesia geral.

O procedimento tem duração média de 2 horas. Na técnica mais utilizada, é realizada uma incisão periareolar, extendida ao longo da circunferência inferior da aréola na parte pigmentada. Nos casos onde há acúmulo de gordura, inicialmente se efetua a lipoaspiração das mamas, medida que pode ser suficiente naqueles casos de lipomastia ou pseudoginecomastia.

Em regra, a cicatriz resultante do procedimento é pouco perceptível, mas deve-se ressaltar que varia de pessoa para pessoa.

No final da cirurgia a incisão é fechada e é realizado um pequeno curativo que deverá ser mantido por um período de 7 a 10 dias. Normalmente o paciente recebe a alta hospitalar no mesmo dia da cirurgia.

A recuperação do Procedimento

Durante o período de 30 dias após a cirurgia o paciente deverá utilizar uma malha compressiva. Essa malha ajuda a evitar o inchaço e facilita a retração da pele. Nos primeiros dias poderão surgir equimoses (manchas roxas) que irão desaparecer de forma espontânea em até duas semanas. Após 7 ou 10 dias ocorre a remoção dos pontos de sutura e a liberação para atividades que não exijam esforço físico ocorre após uma semana.

Ressalta-se a importância de seguir as instruções repassadas pelo seu cirurgião, tanto no que se refere ao uso de roupas de compressão, cuidado com drenos, a utilização de antibióticos, se prescritos, e qual a atividade e em que tempo ela é totalmente segura para você.Cabe destacar que a recuperação da cirurgia é diferente para cada paciente.

Essas informações são apenas orientadoras e não substituem a necessidade de uma consulta com cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Cirurgia de Correção da Ginecomastia em Porto Alegre

O Dr. André Valiati realiza a cirurgia de correção da ginecomastia nos melhores hospitais de Porto Alegre, proporcionando conforto e segurança ao paciente em todas as fases do procedimento.

Quer Agendar sua Consulta para Correção da Ginecomastia com o Dr. André Valiati em Porto Alegre?

Agende sua consulta nesse link, ou ligue agora mesmo para nosso consultório (51)3517-5480 e faça seu agendamento. Será um prazer conversar pessoalmente com você!

Comente no Face

Leave A Response

* Denotes Required Field