Como é realizada a Blefaroplastia ou Cirurgia das Pálpebras

A Blefaroplastia ou Cirurgia Plástica das Pálpebras é um procedimento muito procurado por pessoas que passaram dos 35, 40 anos de idade, tendo em vista que a partir dessa fase, a região periorbital começa a apresentar alterações significativas.

No vídeo a seguir, explico para quem a Blefaroplastia ou Cirurgia das Pálpebras é indicada, quais são as partes ao redor dos olhos merecem atenção, como se dá a cirurgia e sua recuperação.

Transcrição completa do vídeo “Blefaroplastia ou Cirurgia das Pálpebras”:

Olá, sou o doutor André Valiati, Cirurgião Plástico.

Nesse vídeo vou falar um pouco sobre o procedimento de blefaroplastia.

Após os 35, 40 anos de idade, algumas alterações na região periorbitária começam a se mostrar através da pele. De início, notamos um pouquinho de bolsas de gordura ao redor dos olhos.

Na parte superior, apresentamos duas bolsas: uma na porção medial e uma na porção central. Já na pálpebra inferior, nós temos três componentes de gordura de bolsas gordurosas: na porção nasal, na porção central e na porção lateral.

Quando essas bolsas de gordura começam a ficar mais proeminentes, notamos um ar um pouco mais cansado, podemos notar também algumas olheiras no final do dia, algum sombreamento, principalmente na pálpebra inferior.

A partir dos 40 anos, começam a surgir também, as alterações próprias da pele, com sobra de tecido, tanto na pálpebra superior, quanto na pálpebra inferior.

Uma coisa que é muito importante e por isso é sempre fundamental que uma consulta médica seja realizada, é que algumas vezes a sobra de pele da pálpebra superior, não se dá apenas pelo excesso de pele local, mas também por queda do supercílio. Então, havendo a queda do supercílio, vai se acumular mais pele ainda na região acima dos olhos, mas não vai adiantar que seja feito apenas um tratamento local na região da pálpebra, será necessária também uma abordagem para a correção do posicionamento do supercílio, para que haja então uma ascensão da cauda do supercílio, melhorando toda a região periorbitária também.

A cirurgia de blefaroplastia é uma cirurgia super tranquila, ela pode ser feita com sedação e associado a isso a anestesia local. Então o paciente, ele inclusive, colabora conosco ao longo da cirurgia, por vezes a gente pede que ele abra o olho, feche o olho, nada disso claro ele vai lembrar, mas é importante que durante a cirurgia, exista essa colaboração com o cirurgião, para que a quantidade de pele a ser ressecada, seja suficiente para deixar um bom resultado estético com uma boa oclusão palpebral.

De nada adianta ficar com o olho sem excesso de pele, mas que não feche direito. Então esse grau de retirada de pele, ele é milimetricamente calculado e precisa da ajuda do paciente durante a cirurgia, por isso optamos sempre pela sedação com anestesia local.

Então, para a pálpebra superior é feito um corte por fora da pele acima do olho que quando a paciente abre o olho, a cicatriz fica totalmente escondida, com isso consegue-se retirar o excedente de pele, de músculo orbicular e também as bolsas de gordura.

Já a abordagem para a pálpebra inferior, se faz junto dos cílios, bem junto aos cílios, com isso consegue-se também retirar o excesso de pele e fazer o tratamento das três bolsas que estão presentes na pálpebra inferior. A abordagem do supercílio vai ser tema de um outro vídeo.

Se você gostou desse vídeo, pode acessar o meu site ou então me seguir nos meus perfis da rede social, instagram e fanpage do facebook, mas se você quer receber novidades sobre cirurgia plástica e novos vídeos, você pode também se inscrever no meu canal no youtube.

Até o próximo vídeo!

O vídeo original pode ser acessado aqui.

Quer saber mais sobre os benefícios da Blefaroplastia para você ou seu familiar?

Agende sua consulta, ou ligue agora mesmo para nosso consultório
(51)3517-5480 e faça seu agendamento. Será um prazer conversar pessoalmente com você.

Comente no Face

Leave A Response

* Denotes Required Field