Aplicar botox na gravidez é seguro?

botox na gravidez

Muitas pacientes grávidas procuram atendimento para aliviar as linhas de expressão com uso de toxina botulínica. Mas será que aplicar Botox na gravidez é seguro?!

Antes de respondermos a essa questão, vamos detalhar o que é o Botox e suas principais funções.

O que é o Botox?

Botox nada mais é que o nome comercial mais conhecido da toxina botulínica. Esse nome acabou sendo associado diretamente ao produto, se tornando um sinônimo, como ocorre com muitos produtos disponíveis no mercado, cuja marca praticamente se conecta diretamente ao produto que ela oferta ao mercado.

A toxina botulínica causa uma paralização da musculatura onde é aplicada. Essa paralização é temporária, com eficácia aproximada de 6-8 meses.

Para que é utilizado o Botox?

A aplicação do Botox é a mais variada possível, entretanto destacarei aqui apenas algumas delas:

Tratamento das rugas dinâmicas, que se formam apenas durante a ação da musculatura facial. As regiões mais afetadas pelas rugas dinâmicas são as sobrancelhas, a testa e os cantos dos olhos (pés-de-galinha).

Tratamento das rugas estáticas (permanentes), que aparecem mesmo em repouso e normalmente são mais profundas. Afetam principalmente as regiões das bochechas e dos olhos. Sua aplicação atenua essas rugas.

Tratamento para suor excessivo (hiperhidrose) nas axilas e nas mãos de pacientes. Causa a paralisação das glândulas sudoríparas.

Afinal, botox na gravidez é seguro?

Infelizmente, a resposta é não! O uso da toxina botulínica não é seguro durante a gestação.

Já foram realizados estudos em coelhos e em ratos, sem evidência de danos à mãe ou ao feto. Contudo, não existem estudos em seres humanos que comprovem o risco para o feto, o que faz com que a aplicação da toxina botulínica durante a gravidez seja evitada.

Ademais, estudos farmacológicos mostram que a molécula da toxina botulínica é bastante grande, não conseguindo cruzar a barreira placentária! Ou seja, teoricamente, não atinge o feto. Além disso, quando aplicada corretamente, a toxina não alcança a corrente sanguínea, pois permanece em localização intramuscular.

Os estudos em humanos, presentes na literatura, versam sobre relatos de pacientes que realizaram aplicação de Botox® e, algumas semanas depois, descobriram estarem grávidas. E o que ocorreu com os fetos destas mulheres?! Todos nasceram normais, sem alterações congênitas, com peso adequado e APGAR acima de 9!!!

De qualquer forma, até que mais estudos sejam realizados, os potenciais riscos ao feto contraindicam o uso de toxina botulínica para fins estéticos. Mas se você, mamãe, aplicou Botox® e descobriu depois que estava grávida, não se assuste, pois todos os estudos realizados até o momento não mostraram haver problemas para os bebês.

Quer saber mais sobre Botox em Porto Alegre e Sapiranga?

Agende sua consulta, ou ligue agora mesmo para nosso consultório
(51)3517-5480 e faça seu agendamento. Será um prazer conversar pessoalmente com você.

Comente no Face

Leave A Response

* Denotes Required Field